PUBLICAÇÕES

NOTÍCIAS
VOLTAR

FacebookTwitterGoogle+ Email

08.02.2018 - 17:16 Por Comunicação Social

FILMES PLÁSTICOS ENVOLVENDO GALÕES D'ÁGUA PODEM SER PROIBIDOS

  • Por LG Soares / Arquivo Alerj
    Deputada Lucinha (PSDB).

A utilização de filmes plásticos que envolvam a parte externa de garrafões retornáveis de água mineral, de dez ou 20 litros, poderá ser proibida. É o que determina o projeto de lei 3.446/17, da deputada Lucinha (PSDB), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (08/02), em primeira discussão. A Casa ainda votará a proposta em segunda discussão.



De acordo com o texto, as empresas envasadoras terão um prazo de 30 dias para se adaptar à regra. O descumprimento poderá acarretar as punições previstas no Código de Defesa do Consumidor. O objetivo, segundo a autora, é melhorar a visualização da água e evitar a contaminação da água com componentes químicos dos filmes plásticos.



“Esse projeto dá continuidade ao trabalho que a gente vem fazendo pela Comissão de Segurança Alimentar com a distribuição de água para o consumo. É muito comum que as empresas coloquem nessas embalagens o filme plástico e aí o consumidor não consegue ver a transparência da água e avaliar sua qualidade”, explicou Lucinha.

FacebookTwitterGoogle+ Email