PUBLICAÇÕES

NOTÍCIAS
VOLTAR

FacebookTwitterGoogle+ Email

15.01.2021 - 15:01 Por Leon Lucius

PRESIDENTE DA ALERJ PARTICIPA DA POSSE DO NOVO PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

  • Por Rafael Campos - Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano (PT), participou, nesta sexta-feira (15/01), da sessão semi-presencial de posse do novo procurador-geral de Justiça, Luciano Mattos, que estará à frente do Ministério Público Estadual (MPRJ) no biênio 2021-2023. Mattos foi nomeado pelo governador em exercício, Cláudio Castro, no último dia 06. Mattos foi o primeiro nome da lista tríplice eleita pelos procuradores e promotores do estado. A eleição aconteceu no dia 11 de dezembro e Luciano Mattos obteve 32% dos votos, seguido pela procuradora Leila Machado Costa, com 29,3%, e pelo promotor de Justiça Virgilio Panagiotis Stavridis, com 25%.

“O nome de Luciano merece a confiança não só dos membros do Ministério Público, que o elegeram como o mais votado, mas de toda a sociedade. A Alerj, como a casa do povo que é, estará ao lado do MP para trabalhar e enfrentar os imensos desafios para recuperação do nosso Rio de Janeiro”, disse o presidente da Alerj, sobre o novo procurador de Justiça.

Há 25 anos no Ministério Público, Luciano Mattos atuou em diversos municípios fluminenses, sendo coordenador-geral do MPRJ na Região dos Lagos. Em Niterói, cidade onde nasceu, ele assumiu a Promotoria de Tutela Coletiva de Defesa do Meio Ambiente. Também foi presidente da Associação do Ministério Público por três mandatos. "Sempre busquei fazer que os sonhos rompessem o plano das ideias e viessem para a realidade. Chegar até aqui exigiu muito trabalho, muito estudo e muito apoio", frisou o novo procurador-geral de Justiça.

O governador em exercício, Cláudio Castro, também participou da sessão. “Não tenho dúvidas que o doutor Luciano terá sucesso na função; não por acaso, foi amplamente apoiado por seus colegas. Espero que seja muito feliz no cargo, pois acredito que a felicidade e o prazer em exercer suas funções fazem a diferença na vida das pessoas, independentemente do cargo que elas ocupam”, afirmou.

Luciano Mattos substitui Eduardo Gussem, que ocupou o cargo durante quatro anos. Em seu discurso de despedida, o ex-procurador de Justiça destacou os desafios do Estado durante seus dois mandatos, citando o Regime de Recuperação Fiscal, a intervenção federal na Segurança Pública e a pandemia de Covid-19. Gussem também pediu um minuto de silêncio em memória e respeito às mais de 200 mil vítimas da Covid-19 no país.

FacebookTwitterGoogle+ Email