PUBLICAÇÕES

NOTÍCIAS
VOLTAR

FacebookTwitterGoogle+ Email

28.03.2019 - 10:34 Por Gustavo Natario e Leon Lucius

DUAS COMISSÕES ESPECIAIS SÃO INSTALADAS NESTA QUINTA-FEIRA NA ALERJ

1/1
  • Por Thiago Lontra
    COMISSÃO ESPECIAL DA JUVENTUDE É INSTALADA
  • Por Thiago Lontra
    Comissão especial da modernização do poder legislativo
  • Por Thiago Lontra
    Alexandre Knoploch (PSL)
  • Por Thiago Lontra
    Dani Monteiro (PSol)

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) instalou nesta quinta-feira (28/03) mais duas comissões especiais. Uma trata sobre temas ligados à juventude fluminense e a outra vai propor mudanças para a modernização do legislativo. A deputada Dani Monteiro (PSol) será a presidente da Comissão Especial da Juventude. Já o deputado Alexandre Knoploch (PSL) comandará os trabalhos da Comissão Especial para a Modernização do Legislativo.

Juventude

O deputado Renan Ferreirinha (PSB), o mais jovem da Casa, e a deputada Zeidan Lula (PT) foram eleitos, respectivamente, vice-presidente e relatora da Comissão Especial da Juventude. O grupo discutirá, durante sete meses, políticas públicas para a população jovem divididas em quatro eixos: Educação, Trabalho, Cultura e Prevenção à violência e defesa da vida.

"São necessárias políticas que ressuscitem a competência criativa da juventude, que desenvolvam habilidades a partir dos seus conhecimentos, que garantam a mobilidade territorial e fortaleçam a capacidade de transformação que esse grupo tem historicamente. A necessidade do jovem marcar seu espaço no mundo está relacionada a obrigação do Estado de ter um olhar sobre políticas públicas continuadas", disse a presidente da comissão e deputada mulher mais jovem da Alerj, Dani Monteiro.

Ainda compõem a comissão os deputados Max Lemos (MDB) e Tia Ju (PRB), como membros efetivos; e Renata Souza e Mônica Francisco, ambas do PSol, como membros suplentes.

Modernização do legislativo

Além do presidente Alexandre Knoploch, a Comissão Especial para a Modernização do Legislativo terá como vice-presidente o deputado Jorge Felippe Neto (PSD) e como relator o parlamentar Rodrigo Amorim (PSL). O objetivo do grupo é propor soluções para aumentar a transparência do Legislativo, além de melhorar o acesso à informação para o cidadão fluminense.

Knoploch informou que um estudo feito pela sua equipe demonstrou que a Alerj tem um atraso de 22 anos em tecnologia e acesso à informação. “Vamos criar novos procedimentos e novas soluções de tecnologia para que o cidadão fluminense tenha acesso às informações de forma rápida. Com mais tecnologia, o trabalho dos servidores e dos deputados também será facilitado. As coisas aqui são muito arcaicas e atrasadas, o que acaba impactando a todos. Também vamos melhorar a segurança da informação para que o sistema da Alerj não tenha ataques cibernéticos, como aconteceu com diversos órgãos públicos”, explicou o parlamentar.

Ainda compõem o grupo, como integrantes efetivos, os deputados Bruno Dauaire (PRP) e Gustavo Tutuca (MDB). Já o deputado Rodrigo Bacelar (SD) será membro suplente do grupo.

FacebookTwitterGoogle+ Email