PUBLICAÇÕES

NOTÍCIAS
VOLTAR

FacebookTwitterGoogle+ Email

17.05.2017 - 16:26 Por Isabela Cabral

MINISTRO DA JUSTIÇA RECEBE PROPOSTAS DA ALERJ PARA COMBATER ROUBO DE CARGAS

1/1
  • Por Isaac Amorim
    Comissão de Segurança Pública da Alerj se reúne com ministro da Justiça.
  • Por Isaac Amorim
    Comissão de Segurança Pública da Alerj se reúne com ministro da Justiça.
  • Por Isaac Amorim
    Comissão de Segurança Pública da Alerj se reúne com ministro da Justiça.

A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), presidida pela deputada Martha Rocha (PDT), apresentou 14 propostas para reduzir o roubo de cargas, em reunião com o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, nesta quarta-feira (17/05), em Brasília. O ministro afirmou que o Governo Federal vai analisar as sugestões e que o assunto é uma das prioridades da pasta.



Entre as medidas, estão o aumento da pena para o crime de receptação, reforço no efetivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), novas fontes de recursos para as forças de segurança e a criação da Divisão de Repressão a Roubos e Furtos de Cargas. O documento de 150 páginas foi elaborado após audiência pública da comissão que discutiu o tema em abril.



De acordo com Serraglio, o Secretário Nacional de Segurança Pública, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, será o responsável por definir se já há medidas que podem ser colocadas em ação. Santos Cruz se reunirá com os parlamentares fluminenses em breve. "O combate ao roubo de cargas no Rio tem toda nossa atenção. Vou pedir que o secretário se reúna o mais rápido possível com a comissão para detalhar as medidas e saber se já podemos implementar alguma", disse o ministro.



Martha Rocha sugeriu também que seja criado um cadastro de policiais civis e militares do Rio de Janeiro que possam atuar na Força Nacional de Segurança. "A ideia é que a União pague o Regime Adicional de Serviço (RAS) desses policiais, que conhecem melhor a realidade do Rio, e não gaste com diárias de agentes de outros estados, como acontece hoje", afirmou a parlamentar.



Para o deputado Carlos Osorio (PSDB), o resultado do encontro é positivo. "Conseguimos colocar com clareza questões objetivas e notamos a boa vontade do Ministério em receber nossas sugestões. Com relação ao efetivo da PRF, já há trabalho nessa direção e estão tentando viabilizar orçamento para um número a mais”, disse. Também estiveram na reunião os deputados Zaqueu Teixeira (PDT), Iranildo Campos (PSD) e Flávio Bolsonaro (PSC).

 

FacebookTwitterGoogle+ Email