Compartilhar
COMPENSAÇÃO AMBIENTAL SERÁ TEMA DO PROGRAMA RIO EM FOCO, NA TV ALERJ

O programa Rio em Foco desta segunda-feira (21/02) terá como tema a compensação ambiental. O assunto será abordado pela presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos, pelo diretor da empresa de engenharia florestal Biovert, Marcelo Carvalho, e pelo presidente da Associação de Engenheiros Florestais do Rio, Beto Mesquita, que serão recebidos pela secretária-geral do Fórum de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio e apresentadora do programa da TV Alerj (canal 12 da NET), Geiza Rocha. A atração vai ao ar às 22h com reprises aos sábados, às 17h, e domingos, às 20h. Um dos principais focos dos convidados foi a questão do desmatamento e a degradação da pastagem devido a falta de proteção ambiental, principalmente no Vale do Paraíba e na Região Noroeste do estado. A presidente do Inea falou sobre a compensação ambientação exigida pelo estado a quem realiza grandes obras. “É estabelecida pela lei da mata atlântica. Quando um empreendedor vai ser instalar em uma área, onde é necessário fazer alguma supressão de vegetação, o mesmo é obrigado a replantar de duas a cinco vezes a mesma área que foi suprimida”, contou Marilene Ramos. O programa ainda mostra uma visita feita a um viveiro de mudas de 750 hectares, no município de Silva Jardim, que produz três milhões de mudas por ano para reflorestamento e quatro milhões para projetos paisagísticos. Segundo Marilene, um levantamento realizado pela secretaria de Estado de Meio Ambiente revelou que há 70 viveiros de mudas em todo o estado, sendo o maior deles o da Biovert. Beto Mesquita considera o número relevante, mas acredita que ainda são necessários alguns ajustes para melhorar a produção. “Há locais em que falta tecnologia de produção, suprimento de sementes e é necessário juntar a cadeia produtiva”, disse. O Rio em Foco é o programa semanal do Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio. Os programas podem ser vistos pelo site oficial do Rio em Foco, em www.rioemfoco.rj.gov.br, ou pelo endereço da TV Alerj na internet, www.tvalerj.tv. Abaixo, veja a relação dos demais canais a cabo onde a TV Alerj é transmitida e as orientações para sintonizar pela parabólica. Niterói -03 Nova Friburgo – 97 Teresópolis – 41 Três Rios – 96 Volta Redonda – 13 Angra dos Reis – 14 Barra Mansa – 96 Cabo Frio – 34 Campos dos Goytacazes – 10 Itaperuna – 99 Macaé – 10 Petrópolis – 95 Resende – 96 São Gonçalo – 12 Paty do Alferes – 96 Informação para recepção via parabólica: - Satélite Brasilsat - B4 at 84° W - Taxa de Símbolos = 3,0 MSps - Frequência Banda-C = 3816,0 MHz - FEC = ¾ - Frequência Banda-L = 1334,0 MHz - Polarização= Horizontal

«« Fechar »»


   © Copyright 2010 Alerj