Tenório Cavalcanti

                Natalício Tenório Cavalcanti de Albuquerque nasceu em Palmeira dos Ïndios (AL) no dia 27 de setembro de 1906. Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1926, em busca de emprego . Após exercer diversas atividades profissionais, em 1927 tornou-se administrador de uma fazenda em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Adquiriu fama de pistoleiro, envolvendo-se com as tramas políticas da região.

                Elegeu-se em 1936 para a Câmara Municipal de Nova Iguaçu, cumprindo o mandato até a decretação do Estado Novo. Em 1945, filiou-se à União Democrática nacional, elegendo-se deputado na Assembléia Constituinte estadual em 1947, fazendo oposição ao pessedista Amaral Peixoto. Eleito em 1950 para a Câmara dos Deputados novamente pela UDN, incorporou definitivamente a imagem de líder carismático dos migrantes nordestinos, empunhando sua metralhadora e envergando uma enigmática capa preta.

                Em 1954 fundou o jornal Luta Democrática, obtendo nas eleições desse ano a maior votação para deputado federal do estado. Novamente eleito em 1958, candidatou-se dois anos depois ao governo da Guanabara na legenda do Partido Social Trabalhista (PST), sendo o terceiro mais votado. Derrotado no pleito para o governo do estado do Rio de Janeiro, elegeu-se novamente em 1962 para a Câmara, onde permaneceu até sua cassação, em junho de 1964. Faleceu no dia 5 de maio de 1987.

Fonte: ABREU, Alzira Alves de & BELOCH, Israel (coords). Dicionário histórico-biográfico brasileiro: 1930-1983. Rio de Janeiro, Ed. Forense-Universitária: FGV/CPDOC: FINEP, 1984. v. 1.


Personalidades Políticas

Voltar ao índice de Biografias