Badger da Silveira

Badger Teixeira da Silveira (1916- ? ) nasceu em Bom Jesus de Itabapoana (RJ). Formou-se pela Faculdade de Direito de Niterói.

Um dos fundadores do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) no estado do Rio, exerceu o cargo de delegado estadual de polícia de Resende, município por onde seria eleito vereador. Com a ascensão de Roberto Teixeira, seu irmão, ao governo do estado em 1959, ocupou a secretaria estadual de Educação, além de ministro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro.

Após a morte de Roberto Teixeira em acidente aéreo em 1961, Badger teve seu nome lançado ao governo do estado pelo PTB, nas eleições de novembro de 1962. Eleito, Badger enfrentou séria crise política com a vitória do movimento político-militar que depôs o presidente da República, João Goulart. Apontado como comunista, Badger insistiu em declarar suas posições católicas e antiesquerdistas, o que não impediu que em 2 de maio de 1964 a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro votasse a favor do seu impeachment. Badger ainda teve seus direitos políticos cassados por dez anos com base no Ato Institucional e retirou-se da vida política.


Fontes: ABREU, Alzira de & BELOCH, Israel (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:1930-1983. Rio de Janeiro. Ed. Forense Universitária: FGV/CPDOC: FINEP, 1984, v. 4. LACOMBE, Lourenço Luiz. Os chefes do executivo fluminense. Petrópolis:Vozes, 1973.


[ volta ]  [ sobe ]