PUBLICAÇÕES

NOTÍCIAS
VOLTAR

FacebookTwitterGoogle+ Email

25.04.2019 - 17:46 Por Audryn Karolyne

ALERJ ESTREITA LAÇOS COM CONSULADO JAPONÊS

1/1
  • Por Tainá Souza
    ALERJ ESTREITA LAÇOS COM CONSULADO JAPONÊS
  • Por Octacílio Barbosa
    ALERJ ESTREITA LAÇOS COM CONSULADO JAPONÊS
  • Por Octacílio Barbosa
    O deputado André Ceciliano (PT)
  • Por Octacílio Barbosa
    O Cônsul-geral do Japão, Yoshitaka Hoshino

Durante visita ao Palácio Tiradentes, cônsul destacou a importância do estado na difusão da cultura japonesa no Brasil

Estreitar relações com as autoridades fluminenses. Com esse objetivo, o cônsul-geral do Japão, Yoshitaka Hoshino, esteve nesta quinta-feira (25/04) na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), onde se reuniu com parlamentares, além de ter feito a visita guiada pelo Palácio Tiradentes.

“Aqui no Brasil podemos ver que as pessoas são muito ligadas à cultura japonesa. Seja na culinária, como acontece com a popularidade de comidas como sushi ou yakisoba, ou nos esportes, como o judô. O Rio de Janeiro é um centro de cultura e de atividades econômicas no Brasil. Temos grandes investimentos na cidade de Resende, como a fábrica da Nissan, e recentemente a compra da Supervia pela Mitsui. Esses exemplos mostram grande participação japonesa na economia fluminense”, afirmou o cônsul.

Para o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), essa aproximação é muito bem-vinda. O parlamentar apresentou ao cônsul os problemas que o estado vem enfrentando e as soluções que a Casa tem viabilizado diante das adversidades, como a economia de R$ 358 milhões do orçamento em 2018 e o auxílio no pagamento da convocação de três mil policiais militares. Ceciliano ainda disse contar com a contribuição japonesa em diversos setores, principalmente na área tecnológica. “Vocês têm a tecnologia e a expertise para nos ajudar”, afirmou o parlamentar. “Espero que com a recuperação da economia do Rio de Janeiro vejamos mais investimentos japoneses no estado”, complementou o cônsul.

Dia do Samurai

Também convidado para o encontro, o ex-deputado e atual diretor do Parlamento Juvenil, Wanderson Nogueira, recordou-se do projeto de de lei 3.617/17, que instituiu o Dia do Samurai no estado, sancionado em janeiro pelo governador Wilson Witzel e celebrado no dia 24 de abril. “O Dia do Samurai representa o quanto é importante essa cultura e essa filosofia de vida, que traz a questão da integridade e do espírito coletivo, algo que o Estado do Rio tanto precisa. Não se corrige uma economia se você não tem uma cultura e uma sociedade que busque esses valores, como faz a cultura Samurai”, declarou.

Ele também lembrou que o município de Nova Friburgo é o segundo maior produtor de flores de corte no Brasil, graças à produção japonesa. “A colônia japonesa de Friburgo está presente há quase 100 anos no município”, ressaltou.

A reunião ainda contou com a participação dos parlamentares Luiz Paulo (PSDB), Rosane Felix (PSD), Alexandre Knoploch (PSL) e Rosenverg Reis (MDB), além de representantes do Instituto Niten.

 

FacebookTwitterGoogle+ Email