DEPUTADOS

DEPUTADOS / FICHA COMPLETA
VOLTAR
PSOL PSOL - Partido Socialismo e Liberdade
DEPUTADO Mônica Francisco
  • Mônica Santos Francisco

    CONTATO

    (21) 2588-1000

    monicafrancisco@alerj.rj.gov.br

Eleita com 40.631 votos, Mônica Francisco é uma mulher preta, periférica, evangélica progressista que sabe seu lugar de fala e o usará para fazer ecoar as vozes periféricas, feministas, LGBTQIs, faveladas e de todas e todos que vivem no Rio de Janeiro.

Nascida no morro do Borel, na Zona Norte do Rio, Mônica Francisco, 48 anos, é também pastora evangélica, formada em Ciências Sociais, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Militante dos direitos humanos, Mônica Francisco foi assessora da vereadora Marielle Franco.

A capacidade de dialogar, a firmeza, a coerência e a disposição em acolher todas as pessoas são traços marcantes da personalidade de Mônica Francisco, que conduzirá seu mandato centrado nos eixos: negritude, favelas, periferias, gêneros e direitos humanos.

Trajetória

1970
-Nasceu no Morro do Borel, onde começou sua militância.

1980
-As enchentes na década de 80 deixaram muitas famílias desabrigadas e Mônica fez mobilização para ajudá-las.

1990
-Foi empregada doméstica, auxiliar de serviços gerais e cozinheira.

-Na Rádio Comunitária do Borel organizou a programação e passou a apresentar o programa "Bate-Papo RCB".

2000
-Engajou-se no Movimento de Rádios Comunitárias, tendo feito parte da diretoria da Associação de Rádios Comunitárias no Rio de Janeiro.

-Participou das oficinas da Agenda Social Rio, através do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase).

-Atuou na criação da Rádio Grande Tijuca e do grupo de "Mulheres, as Arteiras" e como representante do Movimento de Economia Solidária dividido em dois segmentos: artesanato e alimentação.

-Integrou equipes de agentes comunitárias que atuaram no Posto de Orientação Urbanística e Social (Pouso), da Prefeitura do Rio.

2003
-Foi uma das articuladoras do Movimento “Posso me identificar” em apoio às mães de jovens mortos pelo Estado, após a chacina do Borel.
2004
-Participou do Fórum Social Brasileiro, em Belo Horizonte (MG).
2005 - 2007
-Participou do Mapeamento Nacional da Economia Solidária, coordenando o levantamento no Rio de Janeiro.

-Participou do Fórum Social Mundial, em Nairóbi, no Quênia, na África.

-Foi aprovada no vestibular da Uerj para o curso de Ciências Sociais.

2009
-Integrou a comitiva brasileira no Plano de Ação para Eliminação Étnico-Racial desenvolvido em parceria pelos governos do Brasil e dos Estados Unidos.
2011
-Organizou o "Ocupa Borel", ato cultural em resposta ao toque de recolher impetrado pela UPP.

-Foi uma das integrantes do Fórum Nacional, organizado pelo Instituto Nacional de Altos Estudos.

-Colaborou com o Plano de Favelas, tendo participado de diversas edições.

2013
-Trabalhou no desenvolvimento do projeto "Mulheres em Rede", patrocinado pela Petrobras em parceria com a Assessoria & Planejamento para o Desenvolvimento (Asplande).
- Organizou a Comunidade Apostólica Cristã Gileade, na Tijuca. Mônica Francisco é uma das pastoras.


2014
-Tornou-se colunista do Jornal do Brasil Online, coluna Comunidade em Pauta, espaço que ocupou até o final de 2017, dando visibilidade aos temas que permeiam o cotidiano das mulheres negras, faveladas e das relações com a sociedade e os direitos daqueles que vivem nas favelas e periferias do Rio de Janeiro.

2016-Foi convidada por Marielle Franco para integrar a equipe da vereadora. Integrou o grupo de favelas, colaborou com a construção do "1º Encontro Direito à Favela", na Maré.


2017
-Tornou-se apresentadora do programa “Palavra de Mulher”, do Portal Mulheres em Rede, também disponível no Youtube.

-Participou da Conferência Internacional “Fronteiras do Genocídio” e do "14º Encontro Feminista Latino Americano e Caribenho no Uruguai".

2018
-É uma das fundadoras e professoras do curso de extensão “Me Representa” sobre marcas e representatividade da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

-Elegeu-se deputada estadual com mais de 40 mil votos. Esta foi sua primeira candidatura.

12º Legislatura (2019 – 2023) - Atual